Make your own free website on Tripod.com

Escola e Memória

[ Home ] [ História ] [ Capítulos ] [ Ciências ] [ As turmas ] [Contato ]

 

 

 

 

Você é o 

visitante nº:

 Contador de acesso

Introdução

Este site é o resultado de um projeto pedagógico desenvolvido pelos professores de Ciências e  História da E.M.Marlene Pereira Rancante, Bairro Alípio de Melo, Belo Horizonte, que no ano 2000 trabalharam com as turmas de Quinta-série do turno da manhã. 

As páginas deste arquivo trazem imagens de trabalhos produzidos pelos alunos, fotografias das turmas, textos, etc. O projeto, em fase experimental, iniciado no ano passado, ano 2000, ocupou-se exclusivamente das turmas que estavam ingressando na escola naquele ano. São seis turmas do segundo ciclo básico de formação, com alunos entre onze e doze anos de idade.  

O presente trabalho tem como proposta não apenas divulgar atividades realizadas pelos alunos ao longo do ano letivo mas, fundamentalmente, assumir um compromisso de criação e resgate da memória histórica das turmas. O objetivo maior do site é preencher uma lacuna deixada pela maioria das escolas – a ausência quase completa de registro da produção dos alunos. Os alunos passam pela escola, muitas das vezes, nela permanecem anos, aprendem, brincam, trocam experiências, iniciam um processo inédito de socialização, enfim, depositam na escola um momento ímpar de suas vidas, e as escolas, devido a uma série de fatores,  não apresentam condições objetivas  para registrar esse momento da história de seus alunos. A escola, na maioria dos casos, torna-se  testemunha sem registro, sem memória. 

Considerando as limitações das escolas em geral, e das escolas públicas em particular, surge a seguinte questão: como desenvolver um trabalho neste sentido? A resposta vem a partir das possibilidades surgidas com as novas tecnologias de comunicação, em especial a internet. A rede disponibiliza um grande espaço virtual para a criação de arquivos. E é justamente este espaço que se pretende ocupar e democratizar; um espaço que dispense um aparato burocrático, e que permita que seja acessado por qualquer cidadão, em qualquer parte do mundo a qualquer hora. Mesmo considerando que a internet hoje não está  popularizada, sabemos que num futuro próximo esta popularização será um fato. Certamente, em breve, nossos alunos terão a oportunidade de abrir esses arquivos. Realidade ou utopia, a aposta precisa ser feita.

 A intenção do projeto é então disponibilizar para os alunos, seja no presente ou futuro, parte de sua história vivida no interior da escola. As escolas, principalmente as escolas públicas, tem o compromisso histórico de criar esse referencial. Antigos alunos, quando retornam à escola , seja por que motivo for, para uma simples visita ou para matricular seus filhos, pouco ou nada encontram de si, no máximo talvez, uma ficha na secretaria com seu nome, carga horária, grade curricular, conceitos, nada mais. A internet cria a possibilidade da criação de um arquivo mais rico e dinâmico. É um desafio.